(41) 9 8402-8472
(41) 9 9784-8648
contato@consultoriaconfianza.com.br

Qual a diferença entre eficiência e eficácia?

Qual a diferença entre eficiência e eficácia?

Entenda de uma vez por todas qual a diferença entre eficiência e eficácia, e qual a importância desses conceitos para as empresas.

A eficiência e eficácia são dois conceitos bastante utilizados pela administração dentro da gestão empresarial. Mas você sabe qual é a diferença entre eficiência e eficácia? Resumidamente, eficiência avalia como se faz, enquanto a eficácia avalia até que ponto se alcançou um determinado resultado.

Para o gestor, é bastante importante ser competitivo em termos de eficiência, ou seja, se uma empresa é mais eficiente do que os seu concorrentes, é normal que ele consiga produzir mais com custos menores.

Vendo por outro ângulo, a gestão deve ter em vista também os seus objetivos (a eficácia). Afinal, não servirá de nada ser eficiente se a empresa não for eficaz. Sendo assim, vamos vamos ver a definição dessas duas palavrinhas.

Definição de eficiência e eficácia

Segundo o dicionário:

Eficiência – “capacidade de realizar tarefas ou trabalhos de modo eficaz e com o mínimo de desperdício; produtividade”.

Eficácia – “qualidade daquilo que alcança os resultados planejados; característica do que produz os efeitos esperados, do que é eficaz”.

Confuso ainda? Sem problemas, vamos trazer, aqui neste texto, para vocês um forma bem prática para ficar mais compreensível essa diferença. Mas primeiro, vamos observar qual a diferença entre eficiência e eficácia a partir do ponto de vista de Peter Drucker, pai da Administração moderna, que define os termos da seguinte maneira:

Eficiência – “consiste em fazer certo as coisas: geralmente está ligado ao nível operacional, como realizar as operações com menos recursos – menos tempo, menor orçamento, menos pessoas, menos matéria-prima, etc. “

Eficácia – “consiste em fazer as coisas certas: geralmente está relacionada ao nível gerencial”

Sendo assim, veja alguns exemplos para tentar desmistificar essa confusão:

Exemplo 1

Pense que existem duas construtoras que são responsáveis para entregar edifícios semelhantes em todos os aspectos. Eles serão na mesma rua e possuirão as mesmas condições de trabalho.

Ao final do projeto, ambas construtoras atingem o objetivo: elas entregam os edifícios prontos e dentro do prazo, contudo a construtora B conclui antes. Isto significa que A e B foram eficazes nas suas tarefas, mas a B foi mais eficiente.

O melhor desempenho da construtora B, neste exemplo, está intimamente relacionado ao aspecto tempo. Todavia, outros pontos podem ser levados em consideração para medir a eficiência do mesmo projeto, elas podem ser: custo, qualidade, segurança, entre outros.

Exemplo 2

Imagine um jogo de futebol no qual o time A teve apenas 35% de posse de bola e apenas dois chutes a gol. O adversário mostrou sinais melhores e superiores: foram 65% de posse de bola e incríveis 14 chutes a gol. Mas, apesar dos números expostos, o time A fez um gol e venceu a partida. A conclusão desse exemplo é que o time A foi menos eficiente quando comparado ao seu adversário, mas ele foi mais eficaz.

A importância da eficiência e da eficácia nas empresas

A conjuntura primordial da maioria das empresas é estabelecida por unidades planejadas bem definidas e organizadas de acordo com um segmento de atividades interdependentes que acontecem conforme a visão e o compartilhamento de objetivos.

É possível considerar que a eficiência está associada ao processo de eficácia. Assim, o que existe por trás das cortinas dos negócios processados em qualquer meio ou segmento tem um forte firmamento com os fundamentos da eficácia e eficiência.

Pensando em gestão estratégica, tais conceitos são surpreendentemente significativas para o cumprimento das possibilidades empresariais, pois causam a análise e reflexão frequente ao entendimento do caminho e da adaptação das atividades de trabalho internas, aspirando, sobretudo, a preservação da competitividade.

Por essa razão, o realce ubíquo sobre a gestão por processos, de forma metódica, leva as empresas a repensar os seus conjuntos de trabalho visando a melhoria dos resultados por meio do uso lógico dos recursos organizacionais.

Ainda com dúvidas sobre como implementar a cultura de acompanhar a eficiência e da eficácia na sua empresa? Então entre em contato conosco da Consultoria Confianza, nós iremos lhe ajudar com essa tarefa.

Fontes: Info EscolaAdministradoresPortal GestãoPortal GSTIEstudo AdministraçãoSignificados

Tags:

Call Now ButtonLigar Agora
WhatsApp Contate-nos