(41) 9 8402-8472
(41) 9 9784-8648
contato@consultoriaconfianza.com.br

O que é gestão estratégica?

O que é gestão estratégica?

Entenda de forma simples o que é gestão estratégica, quais os passos a serem seguidos e quais ferramentas você poderá usar para a sua empresa.

 

Qual é o seu maior objetivo na gestão empresarial? Como você pensa em conquistar o seu espaço no mercado? Já pensou em usar a gestão estratégica para isso? Então esse texto é para você! Venha entender conosco o que é gestão estratégica de uma forma simples e descomplicada.

Aqui você também terá acesso há um breve passo a passo de como implementar a gestão estratégica e quais ferramentas podem ser usadas para por em prática seus planos e projetos na gestão pessoal, no marketing ou nas finanças na sua empresa.

Afinal de contas, os mercados são altamente competitivos e dinâmicos, com novos concorrentes surgindo todos os dias. Por isso, é necessário lidar com cada conjuntura e estar pronto com antecedência para qualquer mudança brusca.

Conceito de gestão estratégica

Antes de tudo, você precisa entender os conceitos das palavras “gestão” e “estratégia” individualmente para então compreendê-las em apenas uma unidade. “Estratégia” tem como origem do grego strategos, que pode ser traduzido como “a arte do general”, e foi apenas após a Segunda Guerra Mundial que a palavra “estratégia” passou a ser designada ao universo empresarial.

“Gestão”, por sua vez, tem o significado de ato ou efeito de gerir, administrar, gerenciar. A gestão nasceu após a revolução industrial, onde os profissionais resolveram encontrar uma solução para os problemas que passaram a existir. Eles passaram a usar vários métodos científicos para auxiliar na administração dos negócios durante aquela época, o que deu início a ciência da Administração.

A partir destes dois pontos históricos, muitos estudiosos começaram a definir o termo “gestão estratégica” no meio corporativo. Óbvio que cada autor tinha a sua visão de mundo, mas os elementos primordiais sobre a gestão estratégica ainda eram bastante semelhantes.

A partir de um ponto mais epistemológico, podemos compreender o planejamento estratégico como uma metodologia. O primeiro a propor essa ideia foi o professor Igor Ansoff e também pelos pesquisadores do Stanford Research Institute.

Segundo Kotler, “o planejamento estratégico se trata de uma metodologia gerencial que permite estabelecer a direção a ser seguida pela organização, visando um maior grau de interação com o ambiente”. Resumidamente, podemos salientar que o planejamento estratégico é o processo que analisa uma organização sob inúmeros ângulos, conduzindo seu rumo e supervisionando suas ações.

Continuando, segundo Peter Drucker, o planejamento estratégico é um processo contínuo e sistemático sobre uma reflexão, a fim de avaliar a situação, desenvolver projetos de mudança estratégica, acompanhar e gerenciar os passos implementados. Esses conhecimentos permitem que a empresa tome as melhores decisões que envolvem alguns riscos, como organizar sistematicamente as atitudes necessárias na tomada de decisão e prever os seus efeitos sobre a corporação.

Passos para montar uma gestão estratégica

Dentro da gestão estratégica, existem inúmeros passos que o estrategista ou você deverá seguir. Vejamos quatro delas:

  1. Diagnóstico estratégico

Neste passo, será realizado os levantamentos das atuais situações em que a empresa está, buscando avaliar a existência e a adequação das estratégias válidas dentro da corporação. Assim como também serão levantadas dados como a competitividade da empresa, seus produtos, atitudes de mudanças, vulnerabilidade para com as ameaças, seus recursos disponíveis e projetos futuros.

  1. Prontidão estratégica

São ações tomadas pela administração para solucionar possíveis “janelas” estratégicas, ou seja, qualquer mudança que pode afetar a empresa de forma positiva ou negativa, obstáculos institucionais, estatutários, culturais e comunicação interna que venham ou não ao encontro com a Missão, Visão e Valores da empresa. Em outras palavras, o segundo passo verificará o envolvimento e disponibilidade do caminho da empresa em relação ao futuro.

  1. Direcionamento estratégico

É o momento que será definido o caminho que a empresa precisará seguir para sobreviver ou se sobressair em determinados cenários. Neste momento, é feito a seleção das prioridades em posição dos problemas que possam ser encontrados dentro da organização e a partir deste ponto estabelecer um curso lógico para a implementação das ações, seguindo do mais importante.

  1. Vigilância estratégica

Toda empresa deve implementar a visão focada no futuro, ou seja, ela deve observar, acompanhar, questionar, vasculhar o horizonte, no tempo, no espaço, em busca de prováveis riscos e oportunidades que possam exigir ações que deem resposta estratégicas ou contramedidas da organização.

Ferramentas para gestão estratégica 

Hoje em dia temos muitas ferramentas de gestão, elas ajudam a auxiliar na tomadas de decisão em qualquer área dentro da gestão estratégica, seja na gestão pessoal, no marketing ou nas finanças. Para facilitar, resolvemos trazer algumas dessas ferramentas que podem ser aplicadas dentro da gestão estratégica.

Análise SWOT

A análise SWOT é um modelo que ajuda na avaliação do ambiente interno e externo dos negócios. Essencialmente, é feito uma comparação entre suas forças e fraquezas, ameaças e oportunidades. Neste momento, a ideia é compreender em qual ponto o seu empreendimento se destaca e em que ele “perde” para a concorrência, procurando alternativas para diferenciação e aumento da competitividade.

Matriz BCG

A matriz BCG é uma ferramenta que permite identificar quais são os produtos ou serviços mais rentáveis para um empreendimento a partir de um olhar analítico sobre o seu próprio mix de soluções. O objetivo é preservar o equilíbrio entre participação de mercado e o potencial de crescimento.

Dentro do desenho da matriz BCG, o eixo x corresponde à participação de mercado e o eixo y ao potencial de crescimento de mercado das suas soluções. Uma das soluções que você pode por no gráfico são:

  • Aumentar a participação de mercado
  • Manter a participação de mercado
  • Obter retorno máximo, aproveitando o time to market e depois encerrar a operação
  • Descontinuar o produto ou serviço porque ele não é rentável ou suficiente

5W2H

O caminho mais simples é aquele em que a tomada de decisão é baseado pela perguntas certas. Mas como saber e fazer as questões corretas? Para isso que serve o 5W2H, uma ferramenta de gestão estratégica que é útil para várias situações, inclusive para quando precisamos construir as perguntas corretas.

A sigla 5W2H corresponde a 7 perguntas que serão feitas para você elaborar o seu projeto ou plano de ação. Elas são:

  • What? (O quê?)
  • Why? (Por quê?)
  • Where? (Onde?)
  • When? (Quando?)
  • Who? (Por quem?)
  • How? (Como?)
  • How much? (Quanto Custa?)

São essas as perguntas que você deverá responder objetivamente, de forma que não exista espaço para outras interpretações. Assim, não apenas você, mas como todo o seu time entenderá expressamente o que precisará ser feito e quais serão os resultados esperados.

Análise de resultados

A análise dos resultados pode ser mais fácil do que você imagina. Existem ferramentas semi-automáticas que fazem esse trabalho, elas criam gráficos e análises, facilitando a vida de quem trabalha com gestão estratégica e ajudando nos relatórios comparativos, monitoramento e tomada de decisão.

Fontes: AdministradoresSitewarePortal Administração

Tags:

Call Now ButtonLigar Agora
WhatsApp Contate-nos